Reflexões

Quando eu decidi me aceitar?

O título já é bem sugestivo, não acham? Quando eu decidi me aceitar? Não sei pontuar exatamente quando isso aconteceu, mas sei que não faz muito tempo assim. O que posso dizer foi que um belo dia acordei cansada de tanto me machucar, me martirizar, e decidi me jogar no mundo da aceitação. Se foi fácil? Não é até hoje. Ainda hoje lido com meus altos e baixos e seria hipocrisia minha dizer que todos os dias são flores. Somos presos à amarras sociais que sempre nos jogam na cara que não podemos ser o que somos. Foi por isso que decidi me apoiar e apoiar muitas outras pessoas através de minhas redes sociais, além de criar uma loja focada no público plus size, ramo que ainda é muito carente de exemplos positivos e dificilmente se encontra no mercado em geral.

Vamos por partes, assim não fica confuso:

a. Porque decidi abrir mais minhas redes sociais ao movimento body positive e fat acceptance: pelo fato de não me identificar com as famosas curvilíneas, que chegaram nas redes sociais alavancando o discurso de plus size mas que, no fim das contas, não passavam de pessoas de manequim 40/42, sem barriga, com corpo de violão. Eu não conseguia me ver naqueles corpos que eram expostos diariamente; eu sou uma pessoa gorda, que tem barriga, estrias, celulites… E onde estavam essas pessoas? Além disso, quando comecei a superficialmente abordar assuntos de aceitação e amor próprio, comecei a receber muitos feedbacks de meninas (e muitas magras!) que não conseguiam se amar, que enxergavam n defeitos nelas e que me agradeceram por estar abordando esse tema. Foi ai que eu vi que eu precisava fazer algo!

b. Porque decidi abrir uma loja focada somente no público plus size: por mais que o mercado esteja agora em constante ascensão, ainda existem muitas marcas que não querem se ver atreladas a pessoas maiores que 48/50 ou que usam modelos que não correspondem à maioria do público gordo. Eu decidi dar um passo e estou aprendendo muito com o público, especialmente um que ainda é muito esquecido, o das mulheres acima do manequim 52. Ainda não é fácil encontrar fornecedores que produzam roupas maiores que 52, mas continuo na busca incessante para fazer com que o mercado mude, pois devemos dar o mínimo de dignidade A TODOS.

Mas onde quero chegar com tudo isso? Eu quero mostrar para você, que está ai me lendo, que diariamente você terá que lutar com sua aceitação. Diariamente você precisará ver modelos magras, cheias de retoques, de tratamentos digitais que não condizem nem mesmo com a realidade delas, e precisará separar o que é verdade do que é manipulado. E não é simples, não! Mas quero deixar algumas dicas do que eu fiz e faço para não me deixar vencer:

  1. Siga perfis de pessoas que levantam a bandeira da aceitação e do amor próprio,
  2. Existem vários profissionais (especialmente nutricionistas) que tem uma abordagem saudável e que são contra o terrorismo nutricional, que levam ao seu público novas formas de se lidar com a alimentação e com a saúde, sem precisar fazer dietas mirabolantes ou se apegar a emagrecimento,
  3. Tente ao máximo não consumir material manipulado digitalmente,
  4. Pare de se comparar com os outros. Cada pessoa tem suas qualidades e você nunca será como o outro. Aprenda a se ver de uma forma positiva,
  5. Não aceite que pessoas te menosprezem. Afaste-se de quem quer seu mal e não te aceita do jeito que você é. Você não precisa ser magro, por exemplo, para ter um rol grande de amigos; essas pessoas precisam estar ao seu lado pela sua essência, não pela sua aparência,
  6. SEJA VOCÊ! Não tenha medo de julgamentos, porque pessoas mesquinhas e que gostam de ser maldosas estão em todos os cantos buscando derrubar os outros, independente do seu tipo físico, da sua condição social, sua raça, etc.
  7. Por fim, busque sua felicidade sem precisar depender de aprovação de ninguém. 

Espero que eu consiga te ajudar um pouquinho que seja! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s